Pokémon Rpg Evolution
SEJA BEM VINDO(A) AO POKEMON RPG EVOLUTION Y


A equipe Staff lhe da as boas vindas ao fórum, crie seu personagem, monte sua aventura e siga ao Grande Destino que te espera! A seguir encontrará tudo o que precisa para dar os seus primeiro passos no fórum:


1º - Leia as Regras

Antes de qualquer coisa, leia e re-leia as regras do fórum. É importante que todos os users mantenham uma boa convivência. Comece a ler, aprenda como manter uma atitude digna perante os outros players e quando terminar siga para o proximo passo, as demais outra regras do RPG. Clike Aqui!

2º - Como jogar

Para jogar é muito fácil, vá  no Laboratorio e forneça seus dados, depois siga para Regiões e entra na que vc optou escolher. Quando estiver tudo pronto é só postar e esperar pela aprovação de um dos moderadores ou Adms e pegará seu pokemon...

3º - Apresente-se


Apresente-se para os demais users para que eles possam te conhecer, o melhor jeito de fazer amizades e conquistar a confiança do outros e deixar que eles te conheçam melhor!Clike aqui!e se apresente!
Divirta-se

4° - Tutorial, aprenda jogar nosso RPG em pouco tempo

Um Novo Conceito para te ajudar ^^. Conheça bem o nosso sistema e a Forma que você terá na interpretação do jogo.Aprenda explore procure por informações tudo estará vindo para o seu melhor!. É importante começar uma aventura  pois assim você entenderá o nosso sistema e evitará que cometa erros durante as aventuras seguintes.

Terá  por enquanto 4 classes  e você poderá escolher, qual delas você quer, seja Treinador, Coordenador, Criador ou Especialista(Tutor). A escolha é sua. Tudo e pra você entender BEM o nosso RPG de forma Legível e sem complicação. Aqui vai uma explicação sobre elas Clike Aqui!

Agradeçe a Starf!
Em especial Kaio (ADM-Master)!

 
Pokémon Rpg Evolution


 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Loving Someone

Ir em baixo 
AutorMensagem
Royal Horan

avatar

Idade : 21

MensagemAssunto: Loving Someone   29/4/2014, 12:54




Sinopse

Madelaine Hudson é uma garota de 17 anos que tem o mesmo sonho de qualquer garota... Casar, ter filhos e ter sua mera felicidade. Pena que ninguém não ache isso, ela é sofrida, perdeu os pais cedo e mora sozinha tendo que trabalhar para ela se sustentar. É gorda, nerd, usa óculos fundo de garrafa e é humilhada todos os dias por seus colegas de classe e também de Zayn Malik e de sua namorada.

Mas, Madelaine ama loucamente Zayn Malik e ele a despreza por isso. Será que isto poderia mudar? Ou ela desistirá de tudo e todos sendo fraca assim? Surge uma aposta e Zayn Malik tem que fazer Maddy sofrer por isso, será que ele vai machucar ela de uma vez por todas ou Maddy conseguirá mudar Zayn.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Royal Horan

avatar

Idade : 21

MensagemAssunto: Re: Loving Someone   29/4/2014, 13:01




Capítulo 01 - Only Tears Spilled

Mais um dia naquela escola nojenta, imunda e vagabunda. Quando vão parar de me bater, me xingar, me escarracharem na frente de todos e ninguém fazer nada. Simples, quem ajudaria alguém como eu, gorda, nerd e feia. Ninguém é claro.

A escola Smogon High School é muito irritante e cheia de pessoas grotescas que não ligam para nada, apenas para popularidade e menosprezam aqueles membros inferiores a eles, e eu sou um desses membros inferiores que não se encaixam em nenhum grupo, tem o grupo dos roqueiros da escola, das patricinhas metidas e também o grupo dos populares, só entram que é gente de alto nível. Eu sou rica, mas não me encaixo em nenhum desses grupos.

Nossa, que mal educada que eu sou... Prazer sou Madelaine Hudson, mas podem me chamar de Meddy, tenho olhos lindos  que chamam muito atenção, mas ninguém vai gostar deles mesmo. Só uso óculos e não gosto de usar lentes, minhas roupas são tudo grandes e nada com decote, os meninos da Smogon me xingam e me menosprezam entre eles está minha paixão desde a segunda série, Zayn Malik.

Eu amo esse bad boy desde que pisei os pés nesta cidade, mas me arrependo a cada dia de estar nesse lugar novamente. Não tenho amigos e nunca trouxe ninguém para conhecer minha casa, ninguém sabia que eu era rica e que morava em um condomínio de faixada em Londres.  Mas, ninguém se importava com meu nível de sociedade,  não tenho pais... Eles morreram quando eu ainda era pequena, na segunda série e naquela época eu fui menosprezada por ele, meu amor de infância. Ele e aquela namorada dele.

Aquela garota faz de minha vida um terror todos os dias na Smogon, a patricinha popular e seu grupo de beldades... Os garotos da Smogon cai matando em cima dela e ela faz de propósito sem Zayn ver o que sua namorada faz, mas é claro... Ele não liga para aquilo, só quer saber de status e popularidade. Pessoas assim me dão nojo, a cada dia que passa eles ficam mais irritantes e nojentos.

Já pensei em me matar uma vez, mas nunca consigo isso.. Me corto todos os dias e é esse o meu motivo por me esconder por baixo de panos velhos, as garotas tem nojo de minhas roupas e de mim. Tenho dificuldade para fazer amigos, mas ainda tenho esperança que antes de sair desse lugar eu farei amigos, serei uma nova pessoa e pisarei em todos em que um dia me humilharam e me jogaram fora como se eu fosse um lixo.

Ai sim irei rir da cara desses imundos idiotas, pensam que ter status e dinheiro é algo bom não é, porque algum dia você pode perder tudo o que tem gastando em coisas nada importante, como festas, bolsas novas, roupas e calçados e também drogas e bebidas. Ah quase esqueci, a namorada dele tem Aids, mas Zayn ainda não sabe e acha que sua namorada é virgem ainda, por isso nunca forçou a mesma a nada do que ela não faria, aquela farsante é que nem vestido usado, usa a pessoa e joga fora como um lixo.

Mas, algum dia Zayn vai abandonar ela e será feliz comigo, a se vai. Ele não vai cair na laia daquela garota novamente, se depender de mim ele nunca mais vai ficar perto daquela prostituta. Tenho que ir a escola ainda hoje, desci e tomei café rapidamente e fui caminhando mesmo para a escola, não sabia dirigir e não possuía um carro como os populares, eles me acham muito pobre para poder comprar um, idiotas se soubessem que sou que nem eles, cairiam de boca no chão.

Assim que pisei os pés na Smogon, já vieram as piadinhas de longe, daqueles idiotas. Todos os dias me humilham, e ninguém faz nada. Acham divertido fazerem isto comigo, nas salas de aula os professores vêem eles fazendo Bullying comigo e não fazem nada, sou apenas uma garota gorda no mundo.

- VAGABUNDA, VEM ATÉ AQUI AGORA. ESTOU MANDANDO SUA GORDA, CADÊ O DINHEIRO DO MEU LANCHE, ESQUECI O MEU DINHEIRO EM CASA E AGORA ESTOU QUERENDO O SEU. ME DÊ LOGO ESSE DINHEIRO SUA VAGABUNDA, OU VOU QUEBRAR ESSE SEU ROSTO ENGOMADO. – Ariana apareceu rapidamente, puxando meus cabelos com muita força e pegou no meu queixo apertando com muita força.

- Para Ariana, está me machucando. Eu não trouxe dinheiro hoje para a escola, mas prometo que te trago amanhã sem falta. Por favor, não me machu... – Recebi um tapa na cara, Ariana tinha uma mão muito pesada, ás vezes acho que ela é um travesti se vestindo de mulher, porque aquelas patas imundas faziam muita força no meu rosto.

- VOCÊ FICOU LOUCA GAROTA, COMO OUSA ME INTERROMPER DESTA MANEIRA. EU QUERO O MEU DINHEIRO AGORA SUA GORDA IMUNDA, VOCÊ ESTÁ PRECISANDO DE UMA ACADEMIA URGENTE QUERIDINHA PORQUE DESSE JEITO AI, NINGUÉM VAI TE QUERER, SUA IMUNDA. – Já podia se ver um grupo de garotas e garotos ali fazendo uma roda, enquanto todos riam de mim, inclusive Zayn Malik. Aquilo doeu em mim e eu só podia conter as lágrimas, depois que cheguei ao banheiro.

- NÃO FUJA DE MIM SUA RAPARIGA DE UMA FIGA. QUANDO ESTIVER FALANDO COM VOCÊ, NÃO OUSE FALAR ABSOLUTAMENTE NADA E NÃO FAZER NADA COMIGO. PORQUE SE LEVANTAR ESSAS MÃOS IMUNDAS PARA ME BATER, VOCÊ VAI SOFRER E MUITO OUVIU PIRANHA. VAMOS GAROTA, PORQUE PORQUINHO TEM QUE FICAR EM CHIQUEIRO E NÃO EM BANHEIROS LUXUOSOS COMO ESTE QUE MEU PAI PAGOU, O SR. GRANDE É MUITO GENEROSO E SE FICAR SABENDO QUE ENTROU PORCOS NO BANHEIRO, VAI FICAR FURIOSO. – Elas me humilharam mais uma vez, aquilo era muito triste e ninguém fazia nada. O sinal para adentrar as salas de aula, já havia batido e fiquei lá no chão jogada sem poder me mexer, ninguém se importou em me procurar e me levar para a sala de aula, neste exato momento devem estar todos rindo da minha cara. Odeio profundamente Ariana, e um dia vou fazer o mesmo que ela está fazendo comigo.

Tentei levantar com dificuldade e caminhar até a sala de aula, chegando lá todos atacaram tintas em minha roupa nova que comprei especialmente para estrear a mesma hoje, mas pelo visto eles acabaram com meu dia perfeito pela milésima vez. Todos começaram a me humilhar novamente, enquanto as lágrimas ainda descia de meu rosto. Zayn Malik, de repente apareceu em minha frente e me deu um tapa na cara. A marca ficou ali enquanto ardia ferozmente, todos riam novamente de minha cara de espanto quando Zayn me bateu. Virei para trás e vi Zayn se beijando com Ariana. Meu coração se despedaçou em mil pedaços enquanto vagavam pelo rio de sangue.

A aula parecia um tédio, logo veio chegando o intervalo. Fiquei sozinha como sempre enquanto todos se divertiam e se beijavam, aquilo não parecia um intervalo de ensino médio. Parecia um puteiro de putas e cafajestes se pegando ali em plena escola. Revirei os olhos pensando naquilo  e fiz cara estranha. Rapidamente, as amiguinhas de Ariana vieram rapidamente até mim jogando suco de uva manchando ainda mais minha roupa branca. Acabando que fui ao banheiro me lavar, e acabei molhando minha roupa, tive que tirar minha blusa, ficando apenas com a parte debaixo da blusa, Zayn apareceu ali pela porta e ficou me  olhando de forma sedutora.

- ZAYN MALIK SEU TARADO E PERVERTIDO. SAIA DAQUI LOGO, VOCÊ NÃO PODE ME VER AQUI NESTE ESTADO. – Os amigos de Zayn vieram até o banheiro sem se importarem se aquilo era um banheiro feminino e começaram a dar chutes em mim. Fiquei recebendo cada dor que eles causavam em mim. Até que desmaiei e acordei toda ensanguentada ali na enfermaria da escola, não sei quem pudesse me carregado até a enfermaria. Mas já havia acabado as aulas, tive alta rapidamente, fui embora suja.

Saí daquele lugar imundo dando adeus a Smogon por mais um dia de humilhações e agressões. Não sei porque me odeiam tanto, nunca fiz nada de mal para ninguém e muito menos mexer com as pessoas. Essas pessoas acham que podem me atingir me fazendo isso e acabam conseguindo, sou fraca demais para resistir a tudo isso. Assim que adentrei ao ônibus havia muitos alunos da Smogon com ovos e papeis higiênicos, deduzi que aquilo seria para mim.

E estava certa, aquilo era realmente para mim. Tacaram ovos em mim, minhas costas ainda estavam doloridas da colisão que eles faziam comigo. Fiquei toda suja e chorando ali no cantinho do ônibus, todos estavam me xingando pelo meu estado e pelo mal cheiro. Não liguei para aquelas pessoas. E segui meu caminho até em casa, tive que ir até meu banheiro com dificuldades, busquei a lâmina e desferi em meus braços, saindo sangue sem parar. Mas, não desmaiei. Me despi e resolvi tomar um banho,  tirei toda aquela sujeira que estava em mim. Mas, algum dia eles vão pagar.

Continua no Próximo Capítulo....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Royal Horan

avatar

Idade : 21

MensagemAssunto: Re: Loving Someone   29/4/2014, 13:09




Capítulo 02 - Hurting Wounds

Acordei hoje pela manhã, vi que havia uma carta ali na mesa. Era dos meus pais, quando morreram. Mas, espera ai? Quem colocou isto em minha mesa? De onde isso veio parar? Decidi não ler agora. Estava atrasada para mais um dia de aula naquele inferno da Smogon. Tenho a absoluta certeza que vou sofrer mais do que ontem, e já até sei de quem. Ariana. Se eu pudesse pegar aquela lambisgoia, eu saltaria no pescoço dela, iria despir ela e mutilar ela todinha, para aprender a ver como me sinto todos os dias nessa droga de escola. Se eu pudesse também furaria o silicone do bumbum,  dos seios dela.

- Todos vocês vão pagar algum dia, a se vão. E bão serei eu a chorona da história. Serão vocês que vão ficar babando aos meus pés, quando eu pisar em vocês, não vou socorrer ou ajudar nenhum de vocês. Ingratos, desejo a todos uma bela estadia no INFERNO.

Após o meu pequeno show, desci as escadas da minha enorme mansão e segui para tomar meu café da manhã. Meu mordomo, o sr. Fitz já mandava as empregadas me servirem. Estava de regime, por isso comia pouco. Não sei para que tanta comida nessa casa, as vezes convido meu mordomo e as empregadas para virem se juntar a mesa comigo. Mas, eles dizem que estavam se fome e que não queriam me incomodar.

Segui o caminho, hoje de carro meu mesmo com o próprio motorista, assim que cheguei todos ficaram vidrados na minha limousine de prata e blindada, ninguém poderia me bater aqui dentro ou me machucar, estou segura. Mas, uma hora terei que sair. Meu motorista então, saiu do  carro e foi abrir a porta para eu descer, assim que desci todos ficaram chocados por me ver sair do carro. Ariana e companhia apareceram bem na minha frente.

- ORA, ORA. O QUE TEMOS AQUI, O QUE VOCÊ FAZIA NAQUELE CARRO SUA IMUNDA. APOSTO QUE ERA UMA PROSTITUTA E VOCÊ ESTAVA DANDO PARA AQUELE MOTORISTA. DIZ A VERDADE SUA VEDETE DE QUINTA. PESSOAL CHEGUEM AQUI, A ÓRFÃ AQUI VENHO HOJE DE LIMOUSINE, E ELA ESTAVA DANDO A BUNDA PARA UM HOMEM, ELA É UMA PROSTITUTA PESSOAL. – Todos começaram a rir de mim, quando é que vão parar de me fazer sofrer. Já não basta a humilhação, tem que tocar no assunto dos meus pais. Droga. Como eu queria ser outra pessoa agora com coragem para dar um tapa nessa garota. Ah como eu queria e foi isso o que eu fiz, não me importando se ali começaria uma briga. Me supreendi com que fiz, dei um tapa bem na cara dela, enquanto todos faziam um perfeito “o” na boca por minha atitude.

- VOCÊ FICOU LOUCA GAROTA, O QUE PENSA QUE ESTÁ FAZENDO SUA MALDITA LAMBISGOIA DE UMA FIGA. VOU ACABAR CONTIGO SUA VADIA. AH MORRA CADELA, VOCÊ NUNCA MAIS ME BATA OUVIU SUA ELEFANTE. – Partiu a minha cara no meio, até que chega Zayn e seus amigos. Acho que eles vão ajudar elas me baterem, isto era covardia comigo. Mas, não Zayn separou Ariana de mim enquanto Harry me segurava no braço.

- Pare Ariana, deixe a garota. Ela não merece uma porrada nossa. Ela já é fraca e não devemos bater em gente fraca. Vamos embora daqui Ariana, deixe esse monstro ai toda machucada enquanto os mosquitos ainda podem comer ela viva. – Meu coração se quebrou em mil pedaços quando ele falou aquilo. Eu amava tanto ele, e ele me despreza desta maneira. Mas, algum dia alguém vai fazer o mesmo que ele está fazendo e estarei rindo por dentro. Me aguarde seus idiotas. Posso acabar com vocês algum dia e sei que terei amigos para me ajudar com isso.

Segui para a sala de aula enquanto todos podiam rir da minha cara. Não me importei e fui direto para a sala de aula. Decidi que ninguém vai mais brincar comigo desta maneira e muito menos falar de meus pais tão queridos que nem aqui estão para se defenderem. Se algum dia eu pegar a Ariana sozinha na rua eu vou acabar com ela, só não acabei com ela ali porque estava sendo protegida pelos amiguinhos irritantes dela. Zayn Malik, você me faz sofrer, mas tem meu coração. Eu te amo seu inútil. Porque não me ama assim como eu te amo, se você pudesse largar aquela Ariana eu te acolheria de braços abertos para o mim. Seu lindo, largue essa garota. Ela não te merece.

Zayn Malik Pov. ON

Acordei bastante irritado hoje, vi Ariana se beijando com o Harry meu amigo, como eles podem fazer isto comigo. Mas, isto não vai ficar assim. Preciso fazer alguma coisa para acabar com isto. Agora sei o tipo de pessoa que Ariana é. Mas, não vou terminar com ela. Não agora. Vou me divertir um pouco mais com ela. Me despi e entrei na minha banheira de hidromassagem, fiquei muito tempo lá.

Acabei cochilando um pouco. Mas, vi que ainda dava tempo de ir a escola. Me arrumei e fui com meu Porsche preto para a escola, no caminho vi Louis pedindo carona para mim, ele entrou e partimos para a escola. Chegando lá vi Ariana discutindo com Madelaine, a gorda da escola. Achei engraçado como Madelaine estava, tão frouxa e tão fraca. Qualquer dia desses, irei me divertir um pouco com essa garota.

Apartei a briga e levei Ariana para um lugar, ela estava com odio daquela garota. Achei divertido a expressão dela. Ela estava querendo estrangular a Madelaine. A gorda tinha que sofrer ainda mais, antes de morrer.

- Zayn tenho uma aposta para te fazer, e ai de você se não a cumprir. Quero que você fique com a Madelaine e no dia do baile da escola, humilhar ela na frente de todos e cuspir na cara dela. – Sorri com aquilo, é claro que eu faria aquilo, seria algo divertido e muito radical. Vou fazer aquela garota sofrer muito. Sei que ela não merece isso, mas eles vão me pagar bem por isso. Por isso aceitei. – Então amor, vai aceitar essa proposta?

- Vou sim Ariana, farei da vida daquele maldita um inferno. Começando primeiro a humilhar essa garota de uma vez por todas. Mas, vou logo avisando. Se ela quiser tranzar comigo, eu não vou querer não. Não fico com obesas e sim as magras e gostosas. Ela nem chega aos seus pés meu amor. – Ariana me beijou, os garotos chegaram cortando nosso show. Saco. Tinham que chegar logo agora. – Eai seus lesados, então temos uma aposta e quero que vocês me ajudem a cumprir ela. – Eles toparam de boa, sorri com isso.

Fui a busca de Madelaine e vi ela ali lendo livros sossegada em sua carteira. Chamei ela e a mesma veio até mim, eu a abracei foi algo diferente, meu coração começou a bater forte. Não entendi isso muito bem, mas não me importei apenas correspondi. Mas, o que estava acontecendo comigo? Porque eu correspondi? Zayn Malik nunca abraça alguém, isto está estranho.

- Maddy desculpe-me as atitudes de Ariana. Ela é uma idiota mesmo, me arrependo muito de ter deixado ela te bater. Nunca quis machucar você em um momento algo. Você me perdoa? – Ela assentiu com a cabeça, sorri. – Então você gostaria de tomar um copo de sorvete comigo? – Ela assentiu. – Ok, depois da aula, eu te pego na frente do portão. – Meu plano estava sendo funcionado.

A otária caiu direitinho na minha, mas fiz cara triste por isso. Zayn Malik o que está acontecendo contigo? Fiquei me perguntando o que se passava comigo, quando vi ela estava sorrindo. Era um sorriso bonito, para de falar assim Zayn. Você não pode se apaixonar por uma garota como ela. Ela não te merece e sim Ariana. Ela sim é quem você ama, se toque nesse lugar. Droga. Odeio quando minha consciência fala junto comigo, e me pedindo coisas que não posso cumprir. Odeio tudo isso. Droga de vida.

Matei aula e fui para meu canto, peguei um cigarro do bolso e acendi. O diretor, pai de Ariana passou por mim. Escondi o cigarro enquanto se podia ver os passos dele indo embora. Velhote chato. Qualquer dia desses, vou até a casa de Ariana irritar este velho. Adoro fazer isso, ele é muito escroto mesmo. Olhei para os lados e vi Ariana beijar Harry novamente, mas não senti raiva desta vez, porque sorri.

O que está acontecendo, era para eu ter raiva dos dois ali naquele momento. E porque não estou incomodado com isto. Preciso me tratar, estou ficando louco de amores por Madelaine? Era isso então, meu deus isto não pode acontecer comigo. Eu não posso me apaixonar por aquela gorda, não mesmo. Preciso acabar com esta aposta de uma vez, irei tentar beijar ela para acelerar a aposta de uma vez, o baile é daqui a uma semana e nesse tempo preciso conquistar ela caso eu queira ser popular novamente. Ariana só me mete em problemas sérios.

Continua no Próximo Capítulo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Royal Horan

avatar

Idade : 21

MensagemAssunto: Re: Loving Someone   29/4/2014, 13:24




Capítulo 03 - Sorrows Pass

Será que Zayn Malik mudaria para ter a minha confiança? O meu coração já é dele, mas tudo o que ele anda fazendo comigo só me faz pensar que ele é um troglodita idiota que só pensa na merda desse status. Quem liga para status, não importa se você é popular ou aquela pessoa é um nerd, ou também um badboy. Somos seres humanos e temos todo o direito de sermos iguais sem ter essa frescura desse status. Eu odeio simplesmente Zayn Malik por este motivo, esse garoto só me faz sofrer junto daquela garota e de seus amigos irritantes, se eu pudesse. Pegaria a primeira passagem de avião apenas para fugir desses idiotas.

Mas, também eu amo ele. E me arrependo de ter se apaixonado por alguém que não me merece de verdade, quando algum menino se aproxima de mim. Zayn Malik faz questão de espantar ele. Eu odeio Zayn Malik. Como eu queria te matar agora Zayn, mas não posso porque meu coração é seu e não posso deixar ele sem você meu amor.

Gente, vocês não sabem da maior. Ontem eu fui ver na balança e vi que perdi 20 kilos em um mês, se eu continuar assim ficarei do jeito que eu sempre quis fazer, estou cansada de ser humilhada por ser obesa. Não que isso doía em mim, mas te julgarem por algo que você é. Não acho legal. Mas, também se fizessem que esses babacas parassem de Bullying conosco, eles seriam ao menos respeitados por nós os sofredores. A cada dia que passa, Ariana fica cada vez mais puta, eu já vi ela pegando Harry escondido dando uns pegas nele, faltavam se comer um ao outro um dia desses. Será que Zayn sabe disso? Eu acho que sim, porque ele anda muito estranho com aquela lambisgoia de uma figa.

Na escola, estava sendo como sempre. Normal, porque hoje ninguém me zuou na entrada. Achei um grande progresso, será que era porque eu estava emagrecendo? Deve ser mesmo. Não acredito nisso, eu vou matar a Ariana gente. Ela acabou de quebrar meus óculos, os únicos que eu tinha. Eu vou matar essa garota gente.

- SAIA DA MINHA FRENTE COISA ESCROTA, SEU LUGAR NÃO É AQUI SUA OTÁRIA. VAI FICAR COM A LATA DE LIXO, SEU MARIDO. COMBINAM MUITO. – Ela passou por mim, me dando um tapa na cara e jogando meus óculos ao chão, então foi lá e pisou neles. Eu comecei a chorar descontroladamente enquanto os babacas riam de mim. Eu cai no chão, o pessoal começou a me chutar, me socar e até mesmo cuspir em mim. Só vi sangue meu sendo derramado por minha garganta, enquanto todos me agrediam ali. Não sei porque eles estão me batendo, não posso enxergar nada. Estou ficando cega, e não consigo enxergar sem os óculos, terei que usar lente agora. Odeio usar lentes de contato. Ardem muito meus olhos, mas se tenho que enxergar, preciso da merda das lentes de contato. Todos saíram de perto.

Zayn Pov. ON

Quando eu vi aquela cena, fiquei com muita raiva. O povo começou a se afastar enquanto Maddy estava ali no chão, toda frágil. Senti pena dela ali naquele estado deplorável, toda ensaguentada, seu sangue escorria por sua boca e a mesma ali chorando. Fiquei muito triste com a cena, então ajudei ela a se levantar dali e conseguir levar ela até a enfermaria da Smogon.

Cuidaram dela ali, e disseram para levar ela para casa, então eu a levei para a minha casa, Ariana ficou muito puta quando soube. Mas, não liguei, porque a prioridade agora era Maddy. Eu vou cuidar dela com todas as minhas forças e não deixarei ninguém machucar ela. Enquanto eu ainda estiver vivo, eu não deixarei está garota sofrer nunca mais.

- ZAYN MALIK SE VOCÊ LEVAR ESSA GAROTA PARA TUA CASA, NOSSO RELACIONAMENTO ACABA AQUI ENTENDEU. ESSA GORDA NÃO PODE ROUBAR O QUE É MEU, E SEU DISSO. SE VOCÊ ME TRAIR ZAYN EU ACABO COM VOCÊS DOIS ENTENDEU. SEU OTÁRIO, PAU MANDANDO DO CARALHO. VAI LÁ AJUDAR ESSA GAROTA VAI. SEU CORNO. – Quando eu ouvi isso, meu sangue ferveu. Fui até ela e lhe despejei um tapa em sua cara e para finalizar eu cuspi na cara dela, ela morreu de raiva. Só ri da cara dela, enquanto a mesma gritava de nojo.

Levei Maddy para minha casa e lá ela acordou estranhando o ambiente que se encontrava. Disse que estava em minha casa, ela ainda sentia as dores da pancada que havia sofrido. A deitei no sofá ela ficou vendo algum programa em um canal, fui então ao banheiro me despi e tomei um banho relaxado. Fiquei pensando nessa garota. Ela me fazia ficar diferente, o que está acontecendo comigo? Será que estou apaixonado por Madelaine Hudson? Não, nunca.

Zayn Pov. OFF

Quando acordei, percebi que estava em um ambiente diferente. Então só ai que saquei que eu estava na casa de Zayn Malik. Ele cuidou de mim? É isso? Eu estava na escola sendo agredida pelo pessoal e vim parar aqui na casa dele. Com certeza foi ele que me trouxe, mas porque ele me ajudaria? Ele nunca ajudou. Porque me ajudaria somente agora? Isto está muito estranho. Nossa, meu deus que visão do paraíso. Vi Zayn Malik apenas de box preta, enquanto água caia de seu corpo, aquilo era uma visão do paraíso. Controle-se Maddy, você não pode atacar o garoto desta maneira. Sua pervertida.

- Z-Zayn Malik, porque estou na sua casa em? E porque você está vestido assim. Veste uma roupa por favor, eu não consigo olhar para isso. É uma visão do paraíso isto, por favor pegue suas vestimentas e vista-se por favor. – Quando eu ia terminar de falar, Zayn Malik veio até mim e me beijou. Foi um beijo calmo e doce, ele pediu passagem com nossas línguas já sincronizadas fazendo uma espécime de dança. Aquilo era muito bom. Se não fosse o fato de alguém estragar nossa noite, eu queria matar quem fez isso. Estava tão bom, mas quando vi quem era. Comecei a rir por dentro, era a vadia da Ariana olhando chocada para nós dois.

- O QUE ESTÁ ACONTECENDO AQUI EM? EU POSSO SABER AGORA? QUEM VAI ME CONTAR PRIMEIRO, EU VOU MATAR VOCÊS. COMO PODÊ ME TRAIR ZAYN MALIK. EU DISSE PARA VOCÊ NÃO ME TRAIR SEU DESGRAÇADO. EU TE AMAVA SEU TONTO, E ME ABANDONOU POR UM LIXO COMO ESSE AÍ. – Ela havia me chamado de Lixo... Lixo? Ela me chamou do quê? A ela vai pagar agora.

- VOCÊ ME CHAMOU DO QUÊ ARIANA? ME CHAMOU DE LIXO SUA VADIA? VOU TE MATAR É AGORA SUA DESGRAÇADA. NINGUÉM ME XINGA DESTA MANEIRA. – Parti para cima dela, enquanto Zayn assistia a discussão. Comecei a puxar seu cabelo, consegui arrancar alguns fios do cabelo dela deixando ela calva. Gostei do resultado, ficou muito lindo o novo penteado de Ariana. Dei três tapas em sua cara, deixando tudo aquilo que estava guardado em minha garganta. Sempre quis fazer isso com ela, e só agora tive coragem para fazer. A parti de agora ninguém mexe mais comigo. – NÃO MEXA MAIS COMIGO ARIANA SUA VAGABUNDA DE QUINTA CATEGORIA.

Continua no Próximo Capítulo.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Royal Horan

avatar

Idade : 21

MensagemAssunto: Re: Loving Someone   29/4/2014, 13:28




Capítulo 04 - Naughty Boy

A briga entre eu e Ariana fez eu me perceber ser outra pessoa, nunca fui assim. O que estava acontecendo comigo. O Zayn parecia chocado com nossa briga, até mandou Ariana ir embora. Acabei sorrindo, mas ai Zayn e Ariana se beijaram na minha frente enquanto eu chorava. Os dois riram para mim, sai da casa deles pisando forte no chão.

Não acredito que ele me enganou, Zayn Malik eu te odeio profundamente. Pensei que você era outra pessoa, mas não. Está se tornando o mesmo que está desgraçada, queria tanto que você mudasse e voltasse a ser o que era antigamente. Seu panaca medíocre, idiota. Eu nunca vou te perdoar Zayn Malik.

Corri direto para casa, pedi licença aos empregados para se retirarem do ambiente e fazer suas coisas. Eu preciso de um banho, assim que eu emagrecer irei arranjar um emprego e sambarei na cara de todas minha mudança. Estou decidida a mudar completamente.

Chega desta vida monótona que estou levando, ninguém me respeita ou me ajuda. Sem amigos ainda, é a pior coisa do mundo. Eu odeio essa Smogon, eu juro que ainda boto fogo nesse hospício chamado escola. Lugar chato, ninguém é meu amigo. Estou sozinha.

Achei que Zayn era outra pessoa, uma pessoa divertida e legal. Acreditei nele, pensei que pudesse mudar, mas não. Estava o tempo todo me enganando com Ariana. Aposto que eles planejaram os beijos de Harry com Ariana. Assim eu iria correndo para seus braços. Idiota.

Se fizer isto novamente não irei cair no mesmo truque uma outra vez. Você que pensa que vai me humilhar novamente Zayn Malik. Pode me bater, mas não vai roubar meu coração como você fez. Seu garoto malvado que eu amo loucamente, seu idiota gostoso. Porque fez isso comigo em Zayn Malik, eu te odeio garoto.

Tentei dormir, mas sonhei com Zayn Malik novamente, este delinquente não sai da minha cabeça. Porque teve que aparecer na minha vida em seu encosto de privada irritante e sedutor. Nossa estou misturando as coisas, porque quando vou xingar ele eu o elogio a cada minuto.

Estou ficando muito louca, preciso parar de tomar remédios para emagrecer, estou ficando muito mau com isso. Eu ainda vou bater na Ariana amanhã na escola, não tive todo o tempo do mundo para planejar minha vingança com ela, mas espero que eu me dê bem e acabo com a raça dessa garota.

Ela pensa que vai me fazer sofrer mais uma vez, está enganada Ariana. Eu vou fazer você sofrer, o que eu passava você ainda vai sofrer, ai quem vai estar rindo será você. Sua irritante chata e metida a filha de papai. Sou como você, estamos no mesmo nível de classe. Mas, nunca serei como você, jamais.

Nem que eu me jogue de um prédio eu me tornaria uma patricinha mimada, burra e que usa roupas de marcas e ainda por cima roupas de prostituta, preciso dar uns conselhos de roupa, mas agora foco no plano.

Continua no Próximo Capítulo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Royal Horan

avatar

Idade : 21

MensagemAssunto: Re: Loving Someone   29/4/2014, 13:30




Capítulo 05 - I Found Someone Better

Depois de ficar horas acordada e ainda por cima chorando, fiquei com os olhos vermelhos e tudo isso foi culpa do Malik. Aquele cara vai se ver comigo ainda, nem que eu passe por cima dele com um caminhão de lixo e fazer ele em pequenos pedaços e dar para meus cachorros de guarda. O que ele fez comigo não tem perdão, isso não sai de minha cabeça a muito tempo. E pensar que ele havia mudado.

Ordinário safado, que raiva que tenho desse garoto metido. Me despi e fui logo para o banheiro, abri minha banheira de hidromassagem e deixei que as espumas criassem vida e cor e só então pude finalmente tomar meu glorioso banho em paz, sem ninguém para atrapalhar.

Passei o sabonete por todo meu corpo, ele tinha cheiro de ervas verdes. Era tão delicioso sentir aquele aroma. Então peguei o Shampoo e o Condicionador e comecei a massagear a região de meus cabelos lisos e loiros.

Assim que finalizei meu banho, pude finalmente relaxar na banheira até não poder mais, o pior era que hoje tinha aula. Não queria ir de jeito algum, mas era preciso. Tenho que representar minha família, que nunca faltou a nenhuma aula do período escolar.

Vesti uma roupa qualquer, desci as escadas e encontrei com meu mordomo ali estreito me esperando, cumprimente-o e segui para a cozinha por onde lá encontrei as outras empregas da casa, botando a mesa do café da manhã como sempre fazem. Pedi para me acompanharei na mesa, era chato ter que comer tudo aquilo sozinha, ainda mais quando este alguém tem que emagrecer.

- Bom dia, sente-se comigo. Como nunca ninguém senta a mesa, quero que todos os dias vocês sentem comigo. Venham, não tenham vergonha. Peguem o que quiserem, é por conta da casa. – Agradeci-os por estarem cada dia comigo, por me ajudarem e também por nunca me abandonarem.

Ai gente, vocês não sabem da maior. Meu amigo que veio da itália está vindo para cá, estou tão feliz. Ele foi meu amor de infância essas coisas. O Austin Mahone é tão bonito que chega a dar vontade de beijar aquela boca que ele tem.

Sua expressão facial não faz jus à sua personalidade, tornando-se alguém engraçado e orgulhoso de suas atitudes banais. Não deveria-se julgar Austin como alguém louco ou insano, digamos que ele é alguém de fato exagerado e idiota, sendo um completo bobo e estúpido em muitas ocasiões desnecessárias.

Devemos lembrar a irônica questão de que Austin é um tanto nojento, sempre encontrando-se cutucando seu nariz. Mas, nada isso faz dele um ser nojento. Ele por trás desse lado é alguém fofo, estou tão feliz por ele estar voltando.

Corajoso, honrado, educado e simpático. Por mais que a situação seja complicada, jamais deixa de cumprir seu código de conduta: Sempre ajudar uma dama em perigo ou que precise de ajuda, ele me ajudou um dia. Quando andava dentre as ruas e um carro veio na minha direção, ele me ajudou e foi daí que nasceu nossa amizade.

Bom, ele disse que já estava na cidade e que havia se matriculado justamente na Smogon, pelo menos lá vai estar alguém que eu goste. Ele será muito bem vindo lá, não vejo a hora de vê-lo e abraça-lo. Prepare-se Zayn Malik, porque a boba aqui nunca mais será a mesma. Irei dar o troco em você e Austin irá me ajudar com isso.

Assim que saí de casa, pedi rapidamente para meu mordomo abrir a porta do carro e me conduzir até a escola. Passei rapidamente com minha limousine e logo olhares vieram até mim. Mas, pude perceber uma multidão se formar bem ali no canto, várias garotas em cima de um menino, que deduzir ser Austin.

Corri e abracei ele, as garotas ficaram morrendo de raiva de mim. Não se importei e mostrei o dedo do meio para essas oferecidas. Quem elas pensam que é, nem conhece o garoto e já se atira aos braços dele. Fiz bem em tirar essas vagabundas daqui.

- A-Austin que bom te ver meu amigo, senti muitas saudades de você. Quando você foi embora eu fiquei essas dias todos chorando por sua causa, e agora que você está aqui. Vai ficar para sempre por aqui não é mesmo?

- Sim, desde já. Vou morar a partir de agora aqui, até terminar os estudos. Também senti muito a sua falta pequena, agora que estou aqui. Ninguém vai lhe machucar, não enquanto eu estiver por perto, estarei aqui para lhe proteger pequena.

Abracei mais ainda Austin, ele me fazia tão bem. Ele era muito diferente de Zayn, ele era mais carinhoso comigo, me fazia rir e até mesmo fazia cocegas em mim. Coisa que Zayn nunca fez, como eu odeio esse cara. Espero que meu plano dê certo, mas tenho uma dó de estar usando Austin para isso.

O sinal havia batido, logo todos iriam para suas respectivas salas, era aula de matemática. Eu adoro matemática, os amigos de Zayn e ele logo chegaram atrasados como sempre na aula da professora. Era a quinta vez que eles chegavam atrasados na aula dela, parecia ter rolado alguma coisa entre os cinco.

Quem sabe um suruba que eles tenham feito, pelos sorriso deles dava para imaginar uma coisa dessas. Esses homens são muito estranhos, inclusive o Zayn que está ali me olhando. Mas, espera porque ele está olhando para mim. Claro, Austin está do meu lado e sentado em dupla comigo. Por isso que ele está olhando, parece que temos alguém com ciúmes aqui.

Ele passou reto por mim e depois sentou-se junto com Ariana, aquela desgraçada ainda tem que sofrer muito mais. Ainda pego ela qualquer dia desses, porque ela não vai se safar por muito tempo. A qualquer hora ela vai querer atacar o Austin, mas eu não vou deixar. Ela que fique com o Zayn porque o Austin é meu agora.

- Austin, seu lindo. Acorda, a professora vai vir aqui se você não acordar. – Remexi seus braços e logo uma cabeleira castanha levanta seu rosto de seus braços mostrando um lindo par de olhos verdes e sonolentos olhando diretamente para mim. Não sei o que aconteceu, mas na hora meu coração começou a bater rapidamente. Será que isso é, amor? Não, não posso me apaixonar pelo meu amigo.

Se isso for verdade mesmo, o que irei fazer. Não posso estar apaixonada pelo meu amigo, a gente é apenas amigos e nada mais. Mas, também pensando por outro lado... Ele pode me salvar, de não ver Ariana indo para seus braços e também uma maneira de se vingar de Zayn. Se pelo menos ele conseguisse, acho que nunca irei conseguir conquistar Austin Mahone.

O que eu fazia, estava a irritar muito Zayn que estava muito nervoso em sua cadeira. Não parava quieto, sempre atrapalhando a aula. Até que o sinal havia tocado, a professora havia sido retirada depois de duas demoradas aulas, era hora do intervalo. E uma coisa que eu fiz que me surpreendeu, quando fui me levantar.

Meus livros caíram e Austin voltou e me ajudou a pegar, logo no último livro eu e ele havíamos pegado com a mesma mãos que acabou rolando um clima ali, coloquei minhas mãos em seu rosto gélido e beijei-o, o beijo dele era muito bom.

Nos explorávamos, ele pediu passagem e eu cedi. Nossa, esse beijo foi maravilhoso. Não tanto como Zayn me beijava, ele tinha mais pegada e confiança. Já o de Austin era romântico e calmo, ele não era mesmo que nem o Zayn Malik. Ele era muito melhor que ele sem noção do Malik, acho que isto vai me render, e muito daqui para frente. Mal vejo a hora de ficar namorada de Austin e ver a cara do Zayn.

Continua no próximo Capítulo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Royal Horan

avatar

Idade : 21

MensagemAssunto: Re: Loving Someone   2/5/2014, 15:32




Capítulo 06 - The Secret Passion

Todos não conhecem Graziela Holmes, a garota mais popular da escola que tem uma paixão secreta por Liam Paine, um dos populares e melhor amigo de Zayn Malik, o badboy. Grazi como gosta de ser chamada, nunca foi de se fazer amigos. Gosta de ficar com suas amigas de mesmo nível que ela, odeia Ariana assim como Madelaine odeia. Grazi não suporta Ariana de jeito algum, elas são rivais a muito tempo.

E depois da traição de seu ex-namorado, começou a ficar com vontade de sair com outros garotos, e um deles foi Liam onde conheceu numa balada. Até então ninguém sabia da existência dele na escola, nem mesmo Graziela. Na época ele não era tão popular assim como é hoje, o que fez ela se apaixonar pela primeira vista.

Graziela caminhava lentamente para o refeitório, e lá encontrava como sempre Ariana e suas raparigas ali sentadas, falando de garotos, de moda e também de assuntos que não deveriam ser citados na escola, o que ela achava uma pouca vergonha falar aquilo. Mas, era Ariana a garota mais idiota e fácil da escola. Na opinião de Grazi.

Até que senta em sua mesa, sozinha como sempre. Não gosta de se sentar perto dos populares e muito menos se misturar com outras pessoas, era sempre na dela. Gostava de ler livros e escutar músicas em seu celular da Apple. Costumava a ficar com muitas pessoas por perto, mas por causa de um acontecimento que levou ela a ser azucrinada por alguns de seus colegas de classe.

Nunca mais voltou a se relacionar com ninguém, mas isso não lhe deu o direito de deixar a ser popular. Continuava, a ser a menina popular que frequentava lugares quentes com suas amigas, caminhando agora diretamente para sua sala de aula. Ali estava ela, Ariana rindo com suas comparsas das roupas que a garota usava.

- Vejam meninas, se não é a Graziela. Pelo visto não aprendeu as regras de moda que lhe ensinei, pobre garotinha. Até quando vai ficar com brega. – Ria com suas amigas, rebolando para o corredor da Smogon.

- Idiotas, vão mesmo. Saiam da minha vista, suas retardadas. – Saiu gritando, mas antes foi até Ariana e lhe deu um puxão em seu cabelo, fazendo-a cair ao chão. – Isso é para não mexer mais comigo, fique em seu canto garota.

- Você me paga Graziela, irei caçar você por onde for. Eu juro que irei me vingar, sua vadia. Corra, saia de minha frente. Estrupício. – Saiu rebolando novamente, junto de suas amigas. Ou como Grazi gostava de chamar de cadelinhas.

Grazi caminhou para sua sala de aula, se sentando no fundo. Logo o professor havia chegado, e sem querer Grazi tropeça em algo. E este foi em Louis, na qual sem querer a mesma pegou m seu bumbum, que era macio. Logo eles se estranharam, a menina resolveu se sentar. Se sentindo envergonhada do que havia feito.

A aula estava tediosa para a menina, que escrevia um poema. Uma letra de amor, despejando tudo aquilo que estava sentindo. Logo a mesma escrevia, sem pensar. Já havia escrito um poema inteiro.

AMOR NÃO CORRESPONDIDO

A vida é tão curta e tão confusa

E ela passa, sem se sentir

Os dias são horas

Horas minutos.

O tempo é curto.

Vamos curtir o amor

É infinito

O amor é tão bonito.

Vamos viver o que há pra viver

Viver o amor.

Me abrace, me beije

O tempo não para.

A felicidade se vive agora

Me abrace, me beije

O tempo não para

A felicidade se vive agora

Já é pra já

Vou te amar pra sempre

E não vou mais esperar

Nasci pra te amar.

Logo a menina, estava a desabar em lágrimas. Chorando, enquanto alguns prestavam atenção na aula. Graziela passou a continuar a escrever poemas, e sem ver. Já havia escrito outro poema, um mais bonito que o anterior.

DIAS TENEBROSOS

Que minha solidão me sirva de companhia

Que eu tenho a coragem de me enfrentar

Que eu saiba lidar com o nada

E mesmo assim me sentir especial

Como se estivesse plena de tudo.

A esperança é a única que morre

Mas, a morte é a única dor que me faz sentir

Tudo que tive até agora foi uma simples ilusão

Queria estar contigo ouvindo está canção.

Sofro pensando em você sempre

Cada lembrança de te ver já é melhor

Calada, prefiro ouvir dolente

Minha mente se sente cada vez pior.

Deus está conosco, mas nem todo dia pensar

Que cada dia que passa é uma completa solidão

Não posso te ver, e muito menos lhe abraçar

Sofro calada e dizendo: isto é uma simples ilusão.

A garota se emociona novamente, logo pega uma de suas composições e começa a pensar em Ariana, no tanto sofrimento que esta garota lhe fez passar. Logo Graziela, pensava que Ariana fosse uma barreira, que precisava ser quebrada. Tornou a escrever outro poema, juntamente para ver o que sentia com o que Ariana fazia contigo.

QUEBRANDO BARREIRAS

Paredes foram feitas para serem quebradas

Atravessar os muros e pular as cercas

Quebrando conexões e juntando harmonia

Vivemos de certa forma um meio desqualificado.

Na Vida haverá sempre

Barreiras, mais nunca desista

Fazer tudo que você é capaz

Capaz de vencer

Todas as barreiras da Vida

É viver de um jeito qualificável.

Barreiras foram feitas para serem quebradas

Ignorando, as barreiras se quebram

Quebrando conexões que existem e criando harmonia

Vivemos de certa forma de um jeito.

Aquele jeito que me faz querer

Destruir tudo a minha volta

Retirar o peso de minha consciência

Esquecer de tudo, como uma barreira

Não pensar em barreiras, é o que me manterá

Unida e fortemente qualificável, para enfrentar

Os problemas da vida, viver sozinha

Aprender que nem tudo é uma barreira.

Graziela furiosa, socou a mesa. Chorava, ali e debatia contra sua carteira. Enquanto outros a observavam como se fosse louca. Não se importaram, alguns jogavam papeis na menina. Ela nem ligava, continuava a escrever, tudo o que sentia. Querer despejar a sua dor, tirando-o todo peso de sua consciência.

VIVENDO SOLITÁRIO

Na solidão revolto-me em tristezas

Farto chorar a angustia doentia

Horrível é escutar a própria respiração

Certeza de estar sozinho na multidão.

Jamais acostumei-me na escuridão

Também pudera, obstáculos ferem

Pisar espinhos, topar a cabeça na parede

É vendado o mundo no preto solitário.

Droga!

Porque não tenho respostas?

Espaço que faz um oco vazio

Consome a existência da alma

Chamando por ação objetivista.

Nada adianta, o pessimismo toma-me

O escuro impede o que é inexplicável

Só queria um dia deixar este lugar

Em que a cansada alma sofre a pairar.

Acabando de escrever aquilo tudo, a pequena garota pediu para sair um pouco da sala. Não estava bem, e vendo aquilo. Liam olhou para ela, não ria como os outros. Estava preocupado com a garota, que ele amava e nunca tinha oportunidade de assumir para si mesmo que gostava dela.Saiu da sala e seguiu a pequena, para onde ela estava indo.

Sentada ali em um dos bancos, ela despejava sua tristeza. Sua vida desgraçada, que ninguém gostava. Liam chegou até a mesma e lhe deu um abraço, um abraço de amigo. Graziela se sentiu confortada e protegida sendo abraçada por Liam. O qual ela amava.

- Porque está a chorar pequena, não devia chorar aqui. Tem que ser forte, e lidar com seus problemas. Só vão pensar que você é fraca e que não sabe se cuidar direito. Mas, sabia de uma coisa. É que eu nunca irei lhe deixar, estarei ao seu lado sempre. Se você estiver triste, eu vou estar. Se você estiver feliz, também ficarei. Se você um dia morrer, quero morrer ao seu lado meu amor. Eu lhe amo, como nunca amei ninguém antes.

- L-Liam... Eu também lhe amo, desde que pisei os pés aqui. Nunca deixei de pensar em você, do seu sorriso. De seu carisma, de sua alto estima. Você é forte, e eu sou uma fraca. Você sabe lidar com seus problemas, já a mim não. Você não me merece, mas eu lhe mereço. Eu lhe amo muito Liam, não quero deixar de ficar perto de você. De olhar para seus olhos, ver o quanto você é bonito, atraente. Foi isso que me fez ficar loucamente apaixonada por você.

- Grazi, isso foi lindo. Eu posso fazer isso com você. – Antes mesmo de responder, o mesmo já lançava seus lábios contra os da garota, dando um leve beijo apaixonado na garota. Pedia passagem de língua, como Graziela não recusou. Acabou aceitando, era um casal lindo. – Eu vou sempre lhe proteger pequena, não importa quem lhe faça mal. Estarei aqui com você, porque me importo com você. Eu lhe amo, muito. Não aguentaria lhe perder para uma outra pessoa. Grazi você não sabe o quanto eu sou o homem mais feliz do mundo por estar assim com você.

Finalizaram com um abraço, ficaram ali por longos minutos abraçados. Um abraço confortável e cheio de amor, foram rapidamente voltando para a sala.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Loving Someone   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Loving Someone
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Pokémon Rpg Evolution  :: Interativos :: Fanfics-
Ir para: